A Comissão do Cine Fieo de Arte apresenta, para sua apreciação e aprovação, sinopse e data

de apresentação do filme Ganga Bruta

 

 

 filme “Ganga Bruta” em homenagem a Dea Silva e a família Cazarré

Centro universitário destaca os 60 anos de cinema, teatro e televisão da família Cazarré. Entrada grátis.

 

No sábado (10) às 16hs, o Centro Universitário Unifieo abre suas portas à comunidade para exibição gratuita do clássico “Ganga Bruta” drama brasileiro de 1933, dirigido por Humberto Mauro. Na trama, um rico engenheiro, Marcos, depois de matar sua esposa na noite de núpcias, se muda para uma cidade onde se torna parte de um triângulo amoroso.

Foi produzido entre 1931 e 1932 por Ademar Gonzaga em seu estúdio Cinédia. Atuam no filme Durval Bellini (como Marcos); Déa Selva (como Sônia); Lu Marival (como a esposa de Marcos); Décio Murillo (como Décio) entre outros.

Embora na estreia o filme tenha sido criticado, posteriormente foi reconhecido como um dos cem melhores filmes brasileiros de todos os tempos pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) em novembro de 2015. O filme impressionou positivamente os diretores que fariam parte do movimento Cinema Novo nas décadas de 1960 e 1970. De acordo com declaração de Glauber Rocha em seu livro Revisão Crítica do Cinema Brasileiro, o filme seria “um dos vinte melhores filmes de todos os tempos”.

Após a exibição do longa, haverá debate do tema com o professor e pró-Reitor, Costa Machado e participação especial de Olney Cazarré (personagem Corinthiano da Escolinha do Professor Raimundo), ambos filhos da atriz. Também haverá homenagem ao ator Older Cazarré, que recentemente foi homenageado no Programa Vídeo Show. “Nosso objetivo é, além de trazer a reflexão do contexto político e social que o filme apresenta, é ressaltar o valor artístico da família Cazarré para a valorização do cinema e televisão”, destaca o pró-reitor Professor Costa Machado.